Blog


Quais são as características e diferenciais das casas modernas?

23 de agosto de 2019

Comprar ou construir uma casa é o desejo de muitos brasileiros. Para aqueles que planejam realizá-lo, as casas modernas surgem sempre como ótimas opções. Elas combinam estilo e praticidade, além de serem mais adequadas ao modo de vida atual.

Entretanto, uma casa moderna é muito mais do que isso. Desde o layout até o acabamento, esse tipo de residência é pensado para tornar a vida de quem mora ali muito mais agradável e funcional. Se você que saber mais sobre essa tendência que veio para ficar. Continue a leitura deste post!

O que são casas modernas?

A arquitetura moderna surge no início do século XX, a partir da confluência de diversas correntes de arquitetura com o movimento modernista. Os principais expoentes desse início foram os arquitetos Le Corbusier, na França, e Frank Lloyd Wright, nos Estados Unidos, bem como as escolas Bauhaus, na Alemanha, e Vuthemas, na Rússia.

Esses precursores rejeitaram os movimentos arquitetônicos que até então prevaleciam. Uma das principais objeções se dava, principalmente, com relação ao uso da ornamentação, optando por um estilo mais sóbrio e simples. Além disso, aliava a nascente noção de design econômico aos novos materiais disponibilizados pela industrialização. Com isso, surgiu o estilo que ainda domina a arquitetura até hoje.

Inicialmente era utilizado em grandes projetos e mansões, com o passar do tempo e a popularização do estilo, começaram a surgir as primeiras casas modernas propriamente ditas, que usavam os preceitos da arquitetura moderna para construir residências mais adequadas aos novos tempos.

Embora tenha quase um século, o moderno nunca foi estático. A evolução e inserção de novos materiais e técnicas são constantes na arquitetura moderna, que teve o brasileiro Oscar Niemeyer, como um dos seus maiores representantes, reconhecido mundialmente por suas obras de estilo inconfundível.

Atualmente, a maioria dos novos projetos também incorpora o novo urbanismo e preocupações ecológicas em seu planejamento. Assim, as casas modernas hoje representam toda a evolução da arquitetura em um ambiente prático, aconchegante e sustentável.

Quais são os principais elementos das casas modernas?

As casas modernas são definidas por vários elementos diferentes e nem sempre é preciso que todos estejam presentes para que uma construção seja considerada desse estilo. A seguir, vamos ver os mais importantes.

Fachadas limpas e retas

O primeiro elemento também é o mais visível. A arquitetura moderna preza por formas geométricas básicas em seu design. A ausência de ornamentos e uso de materiais como aço, vidro e concreto são marcas do estilo. Nas casas, isso normalmente se traduz em linhas retas, mesmo na cobertura, que emolduram a construção e definem o seu espaço, conferindo um visual limpo e sofisticado.

Frente da casa aberta

Muito comum em condomínios e bairros planejados, devido ao fator da segurança mais garantida, a frente aberta possibilita uma visão mais livre e privilegiada, tanto de quem vê a casa da rua quanto de quem está dentro. Além disso, muros normalmente não são esteticamente agradáveis e dão a sensação de sufocamento e diminuição do espaço externo.

Superfícies texturizadas

Enquanto os ornamentos não têm lugar nesse estilo, as texturas ganharam espaço. Seja externa ou internamente, materiais como vidro, aço, concreto e madeira servem como elementos estéticos e ajudam na composição dos ambientes. Esses elementos conferem personalidade e estilo próprio nas construções.

Aproveitamento da cobertura

Uma tendência nas casas modernas, proposta inicialmente por Le Corbusier, como “terraço jardim”, é o aproveitamento da cobertura, uma maneira ecológica de compensar os espaços verdes perdidos com a construção dos edifícios nas cidades.

Ter uma cobertura verde proporciona, aos moradores, o uso efetivo de um espaço que antes não era preenchido, possibilitando mais uma área de convivência, interação com a natureza, além de contribuir ecologicamente com o planeta.

Luz natural abundante

Tanto característica quanto consequência do uso de grandes janelas e vidro na constituição das fachadas, os ambientes são inundados de luz natural e normalmente bem ventilados, o que também influencia na sustentabilidade da moradia.

Espaços integrados

Uma característica muito comum nas casas modernas é a integração dos espaços. Uma nova forma de organizar o espaço se tornou possível graças às novas técnicas de construção, transformando-se em um importante elemento estilístico e de bem-estar. Ao integrar a cozinha, sala e varanda, por exemplo, cria-se um espaço de convivência amplo, acolhedor e funcional.

Os espaços integrados, além de funcionais, podem ficar lindos com uma boa decoração. Para as pessoas que gostam de receber amigos e cozinhar, o preparo da comida se torna parte do evento, proporcionando aos convidados momentos agradáveis e descontraídos.

Espaços funcionais

A funcionalidade é um dos maiores objetivos nos projetos de casas modernas. É um recurso visível em todos os ambientes da casa. Na cozinha, o layout facilita a locomoção e o acesso a todos os utensílios, as ilhas também costumam estar presentes nas cozinhas modernas, um item funcional e muito elegante.

Uso da verticalidade

Uma das consequências da busca pela funcionalidade é a economia de espaço. Assim, a verticalidade assume um papel importante no design dos ambientes modernos. Prateleiras suspensas e mesmo camas mezanino podem ser usadas para otimizar o espaço com estilo.

Os jardins verticais seguem a tendência, é uma forma alternativa de integrar o verde em diferentes espaços da casa, até mesmo, em banheiros. O uso de plantas na decoração melhora a qualidade do ar e proporciona conforto e saúde aos moradores.

Estilo eclético

Na decoração, é comum que as casas modernas mesclem mais de um estilo, seja nos móveis, seja nos objetos de decorativos. Alguns arquitetos lançam mão dessa estratégia para inserir um tom mais pessoal no ambiente. Contudo, a funcionalidade ainda é preponderante, o que, muitas vezes, significa que “menos é mais”, frase famosa de Mies Van der Rohe, arquiteto alemão e um dos principais nomes da arquitetura moderna.

Divisórias criativas

Mesmo em ambientes integrados, ainda há divisões. Entretanto, essas divisões são mais sutis e criativas. O exemplo mais comum é usar um bar ou bancada para separar a cozinha da sala, mas vasos de plantas, painéis, móveis, ou mesmo, um desnível, podem ser usados para dividir os ambientes.

Sala com o pé direito mais alto

Normalmente com o objetivo de integrar o primeiro e segundo andar por meio de um mezanino, é muito comum que a sala principal da casa moderna tenha um pé direito mais alto. Aliado a grandes painéis de vidro que correm nos dois andares, proporciona luz natural e uma percepção de amplitude para o espaço.

As salas com pé direito alto criam um ar de imponência e sofisticação, permitem a criação de diferentes projetos decorativos e valorizam a estética da casa. Devido à incidência de luz natural, elas também contribuem com a sustentabilidade, representando uma economia no uso de energia.

Quais são os diferenciais das casas modernas?

Como os tópicos acima demonstram, dois dos maiores diferenciais das casas modernas são sua funcionalidade e praticidade. É muito fácil diminuir a importância desses fatores em um pensamento superficial, mas a influência que eles podem ter na qualidade de vida dos moradores é enorme.

O bem-estar proporcionado por poder participar do convívio da casa, enquanto se cozinha ou cuida dos filhos no jardim e assiste televisão na sala, é incalculável. Pequenas coisas que, somadas, tornam a vida muito mais fácil e agradável.

Além disso, por serem projetadas de modo que haja ventilação e luz natural abundantes, as casas modernas costumam gerar menos custos com iluminação e ar-condicionado, o que também as tornam mais sustentáveis. Por fim, muitas delas fazem parte de um projeto urbanístico, que traz consigo suas próprias vantagens.

Como podemos ver, as casas modernas são muito mais do que parte de um estilo arquitetônico ou uma moda passageira. Suas características foram desenvolvidas desde o longo do século passado para atender às necessidades funcionais, estéticas e de conforto dos moradores da era atual.

Quais são os benefícios de investir em casas modernas?

Já pensou chegar em casa e poder contar com o bem-estar e a qualidade de vida que as casas modernas oferecem? Receber amigos, curtir bons momentos com a família, ter uma vida mais organizada e prática? Esses são alguns benefícios do investimento, mais alguns outros fatores devem ser considerados:

  • liquidez: ter uma casa no estilo que ganha cada vez mais adeptos, é garantia de liquidez na hora de comercializar o imóvel;
  • economia: a exclusão de elementos ornamentais e o uso de uma variedade menor de materiais representa uma economia de gastos na obra;
  • valorização: as casas modernas estão em alta no mercado imobiliário.

Para comprar uma casa moderna é importante ficar atento a alguns pontos:

  • se os espaços atendem às necessidades da família e também dos animais de estimação;
  • qual a incidência da luz solar nos cômodos e em quais períodos ela ocorre;
  • o estilo de vida da família.

Com todas essas informações, dá vontade de correr para adquirir uma casa moderna, não é mesmo? Contudo, para que esse sonho se realize da melhor forma possível procure sempre uma empresa imobiliária especializada, garantindo economia e segurança em todos os processos da negociação.

O que você achou do conceito de casa moderna? Aproveite e leia também nosso post com 7 vantagens de ter uma casa com área de lazer e fique atualizado sobre o tema!

Powered by Rock Convert

QUER FICAR SEMPRE INFORMADO ? CADASTRE-SE

Entre em contato
com a gente
>
Pelo WhatsApp

(62) 99444-4279

Prontos para te atender!

Pelo telefone

(62) 3941-1500

Ligue pra nós

Nos envie um e-mail!

Clique e fale com a gente

Agende com um consultor

Escolha o melhor local e horário

Relacionamento com cliente

62 99972-6816

Também via WhatsApp!

Chat

Reunião